Não faltam profissionais, falta profissionalismo

Não faltam profissionais, falta profissionalismo

Peter Schutz, CEO da Porsche na década de 1980, nos dizia para contratar uma pessoa pelo seu caráter e depois treinar as suas habilidades. Defendia que o caráter era mais importante do que os conhecimentos e habilidades que a pessoa apresentava no seu currículo, pois…