Há anos desenvolvo lideranças. Em todos os lugares onde trabalhei como profissional, eu fiz isso. Por acreditar na importância dessa missão. Há 8 anos, como Coach, trabalho com líderes e gestores, e ainda percebo alguma dificuldade em alguns aspectos que são muito relevantes para que realmente se cumpra a missão do Líder, do gestor, independentemente do nível em que ele atua. Entendo que é importante um líder ter em mente qual a sua principal missão:

 

Inspirar seu time a atuar na melhor performance possível, fazer o que precisa ser feito para que os planos da organização sejam alcançados, com a missão e propósito em mente e com todos os valores respeitados e vividos.

 

Para isso, essas práticas vão contribuir para que a liderança seja constante e consistente. Relevante e de resultados. Tenha um plano de trabalho seu. Um mapa de atuação, uma rotina de gestão.

 

1.Indicadores e Atividades:

O que mostra que você está fazendo um bom trabalho? Ou seja, que números você precisa ver diariamente/semanalmente/mensalmente? Quais as atividades que só você pode fazer, ninguém mais, mesmo que tivesse gente muito bem preparada para fazer? Muitos líderes fazem trabalhos de funções subordinadas, sob a “máscara” de não terem pessoas preparadas. Vale lembrar que preparar as pessoas (ou contratar as pessoas preparadas) é a sua missão. Determine na sua agenda qual será o momento em que você vai fazer isso.

 

2.Na sua agenda, separe um tempo para conversar com seu time.

A frequência depende de cada negócio, da maturidade de cada time e cada gestor. Não ter na sua agenda um encontro seu com seu time é deixar o time abandonado. Monte uma pauta para isso, uma pauta regular e um espaço para outros assuntos.

 

3.Na sua agenda tenha um momento individual com cada liderado direto seu.

Ele precisa saber se está indo bem! Tenha uma pauta regular, diga para ele o que você precisa ver (indicadores ou status de atividades ou projetos).

B) Certifique-se, a cada encontro, se está claro o que se espera dele

C) Elogie o que está sendo bem feito

D) Avalie o andamento do PDI (Plano de Desenvolvimento Individual). Se vocês não têm um plano de desenvolvimento, inicie esta conversa. Abaixo segue um passo a passo:

  1. Peça que ele te diga o que, ao olhar dele, deve continuar fazendo por ser muito legal, estimulante, e contribui muito para o melhor de todos, com os resultados que ele entrega.  Anote tudo em uma folha, se quiser deixar mais leve, faça isso em uma folha verde, ou com caneta verde.
  2. Depois de terem trocado ideia sobre o que deve se manter, e você também deu sugestões, pergunte então o que ele deve passar a prestar mais atenção. Pois está faltando, ou está atrapalhando o time, ou outros times, ou a organização ou seus próprios resultados.  Lembre-se de ouvi-lo, e depois de dar sugestões. Se necessário, mostre onde isso pode impactar. Anote tudo em uma folha, se quiser deixar mais leve faça isso em uma folha amarela, ou com caneta preta.
  3. Depois, então, pergunte o que ele entende precisa parar de uma vez por todas pois é inadmissível, incongruente com a ideologia da empresa, ou com a responsabilidade da sua função, ou posição. Anote tudo em uma folha, se quiser use uma folha vermelha ou rosa, ou com caneta vermelha.
  4. Com essas respostas, montem juntos um plano de melhoria para cada habilidade, capacidade, atitude ou relacionamento, sendo mudanças de comportamentos imediato, a busca por treinamentos, cursos, leituras, participação em eventos, palestras, audição de podcasts na área, ou em áreas afins. Assim Terão um PDI (Plano de Desenvolvimento Individual) na mão. Depois é só combinarem como você vai acompanhar o desenvolvimento dele. Sugiro que pelo menos uma vez por mês esse bate papo aconteça. Aqui se estiver usando as folhas coloridas, pode usar uma folha azul, ou caneta azul.

 

4.Agora é a SUA vez de saber se está indo bem!

Coloque na sua agenda um bate papo com seu time sobre a sua atuação.

A) Peça que eles lhe digam o que você deve continuar fazendo, por ser muito legal, estimulante, e contribui muito para o melhor de todos.

B) O que você deve passar a prestar mais atenção, pois está faltando, ou está atrapalhando o time, ou outros times, ou a organização.

C) O que você precisa parar de uma vez por todas pois é inadmissível, incongruente com a ideologia da empresa, ou com a responsabilidade da sua função, ou posição.

D) Sugiro que faça esse bate papo pelo menos a cada 6 meses. Monte seu plano de ação, e se desenvolva constantemente até para poder dar sugestão para seu time.

 

VALE LEMBRAR!!!

Na pauta das reuniões, convenções, seminários treinamentos; a missão, visão e valores da empresa deve ser reforçada a cada encontro, lida mesmo, em voz alta por você. Essa ideologia é a razão de todos estarem aí, pois não há nada mais esquizofrênico do que não termos isso na cabeça, no coração e em nossas mãos. Ou seja, não falarmos disso, não acreditarmos nisso não vivermos isso em nossas atitudes. Mas para isso é importante falarmos do que está escrito, do que significa na prática e das ações que na última semana/ quinzena /mês colocaram isso em prática. Ou seja, mostrar quais as situações que foram tratadas como dizemos que deve ser, e quais situações foram tratadas como não deve ser.

 

Se está passando pela sua cabeça que você não tem tempo para fazer isso, provavelmente você não está fazendo o que precisa ser feito. E, talvez, vale sentar com seu líder e fazer as mesmas reflexões acima sobre a sua gestão, e construir com ele o seu PDI!

 

5.Coloque na sua agenda um bate papo com seu líder:

Se ele não lhe provocou para isso, pense no que é importante você mostrar a ele, que indicadores seria legal ele acompanhar, prepare uma sugestão de pauta, peça uma frequência viável e produtiva. Se você levar a sério essas dicas, você terá na sua agenda:

1.Encontros com seu líder. E também estará mais alinhado com ele, com a organização, com a estratégia.

2.Encontros com seu time. E eles estarão alinhados com você, com a organização com a estratégia.

3.Encontros com seus liderados diretos, e se eles tiverem liderados diretos também, vocês estarão compartilhando essa estratégia de gestão de times.

4.Estará olhando os indicadores para cada um.  Seja o liderado, o time do liderado, seja seu time ou os seus próprios indicadores.

 

 

Com tudo isso a sua gestão está realmente em suas mãos! E você saberá onde atuar para ajustar, a estratégia a cada passo, terá o time em suas mãos, por estarem próximos e alinhados e aí é só perceber a performance e os resultados em ascensão.

Se você já faz essas coisas, parabéns! Você faz parte de um grupo de gestores diferenciados. E pode nos contar o quão gratificante é se dedicar as pessoas para que elas se dediquem as tarefas!