Esta fórmula aprendi em um bate papo. Ela não é minha, ela é de alguém que passei a admirar muito após essa conversa. Um dia desses conversando pela primeira vez com um empresário, muito bem sucedido que veio conhecer o trabalho de Coaching de Negócios que fazemos  para empresas, fui surpreendida duas vezes.

      A primeira vez que ele me surpreendeu foi quando ele iniciou a conversa dizendo que ele não sabia como havia chego até onde ele chegou, depois de quase 6 décadas de vida.  Ele disse isso quase como se ele se justificasse por não sentir que tinha feito por merecer.  Ele seguiu me contando da história de família simples do interior, da dificuldade que foi para estudar, de ser um de muitos irmãos, muitos mesmo, de não ter ninguém que  corrigisse a tarefa ou ensinasse, pois os pais eram analfabetos.

        Neste ponto, ficou claro que há aqui um complexo por não ter estudado, mas também uma falta de reconhecer tudo aquilo que ele fez para superar todos os obstáculos, realizar sonhos, trabalhar muito mais de 12 horas por dia, ter coragem para empreender – e são vários os empreendimentos. Falta de reconhecer tudo o que ele fez apesar de não ter o conhecimento acadêmico.

      Não estou dizendo aqui que o conhecimento acadêmico não é importante ou que não facilita a vida de qualquer pessoa e  que um empresário pode se beneficiar bastante das ferramentas que pode adquirir com as mais diversas formas de buscar o conhecimento. Mas imagine o quão mais complexo foi a vida deste empresário sem poder contar com as ferramentas e estratégias que tanto podem facilitar nossa gestão.

      A segunda vez que ele me impressionou foi quando ele, sem notar, nem ter consciência exatamente disso, começou a listar os 5 segredos de seu sucesso. E este segredo vou compartilhar com vocês:

  1. Cerque-se de Gente Boa! Ele começou me dizendo que sempre contou com bons profissionais, sempre perguntou a quem sabia mais de determinados assuntos, e que quem não se cerca dos melhores não vai ter os melhores resultados. Com tantas pessoas que querem gente mais fraca por perto pois têm medo de ter suas lacunas expostas ou que preferem contratar por preço e não por valor de entrega, este humilde senhor tem essa regra muito clara para si.
  1. Não seja miserável! Ele usou essa expressão e completou com outra: não faça economia burra. Nesta hora, eu quase chorei! Pois vejo tanta gente fazendo economia burra, economia na qualidade da matéria prima que produz o que o cliente compra; economia em pessoas do jeito mais burro, que é demitir sem medir performance, pois trata gente que produz muito da mesma forma que gente ruim e preguiçosa e ou despreparada, como se gerasse o mesmo valor e custasse a mesma coisa. E por aí vai. Eu costumo dizer: não seja miserável com o universo que ele será miserável com você.  Contrate o mais barato e terá que pagar duas vezes, por exemplo.
  1. Siga sua Intuição! Ele me disse “se você sabe que alguma coisa vai dar certo, vai ficar bom, vai gerar resultado, insista. Faça. Pelo menos, teste. ” Ou seja, ele me disse: se você acredita, independentemente de os outros acreditarem ou não, faça acontecer. Caramba! Isso é quase um mantra pra mim!
  1. Venda a sua ideia e ganhe aliados! Ele fala disso como um grande aliado para realizar seus sonhos e objetivos ou projetos. (Mas, lembre-se da anterior! Se ninguém comprar, faça assim mesmo!)
  1. Errou? Assuma, corrija e desapegue! Vemos muita gente apegada a maus projetos, péssimas ideias por não ter humildade de assumir que a ideia foi rim, que o projeto deu errado. Não foi o que esperava. E para ganhar tempo, este empresário assume isso o mais rápido possível e busca outras soluções, corrige o que tiver que ser corrigido e toca em frente. É preciso humildade para isso.

      É claro que com essas coisas anotadas, eu ajudei ele a entender o que ele tinha feito para chegar onde chegou. Mostrei a ele que tomar essa consciência o ajudará a ir ainda mais longe.

E você? Até onde vai?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.