7 Benefícios (Científicos) da Gratidão

7 Benefícios (Científicos) da Gratidão

          Por que tem tanta gente falando de Gratidão?  Você já não aguenta mais ouvir falar disso? Bom, é para você que eu escrevo então. 

     Pouca gente fala, mas a gratidão tem poderes de promover mais saúde, equilíbrio emocional, melhorar seus relacionamentos, diminuir a agressividade e, é claro, te fazer mais feliz.  É cientifico!

Vamos por partes:

     Gratidão vem do latim gratia, que significa literalmente graça.  É o reconhecimento espontâneo e verdadeiro por algo de bom que você passou, recebeu ou viveu.  Vem do coração. É um sentimento que te expande, te ilumina.

Enquanto “Obrigado(a)” vem do latim obligatus, que expressa fico-lhe obrigado, ou seja fica uma dívida com você. Ou de você com alguém.

      Ou seja, a Gratidão tem um significado muito mais profundo e amplo. O que, na minha opinião, não tem a ver com o tamanho da “graça” e sim com a importância que a graça tem para você. Quanto mais você valorizar as “graças“ na sua vida, mais grato(a) será e mais você  terá os benefícios da gratidão. Já já conto quais são!

       Ah, é preciso ser positivo para reconhecer as graças em nossas vidas. Pessoas pessimistas não conseguem vê-las, pois escolhem olhar a milésima parte do projeto que poderia ter sido melhor, do que as outras 999 que fizeram com que o projeto fosse um sucesso. Elas preferem olhar os defeitos dos outros, do que o que eles têm de bom. Elas preferem criticar a elogiar. Gente chata não é grata. Nem tem os benefícios que a gratidão traz à vida.

      É preciso abrir mão do mimimi, de ser reclamão, de ser crítico demais; é preciso parar de sofrer pela perfeição e buscar a excelência a cada dia, a cada projeto.

     Vale lembrar que ser grato não significa ser acomodado ou conformado. Apenas significa que você reconhece o caminho que fez até agora, mesmo sabendo que pode ficar melhor da próxima vez; significa você reconhecer suas grandes e pequenas conquistas, mesmo querendo outas; significa você entender que estar vivo pode ser um grande presente.

         Vale exercitar a positividade, vale fazer o exercício de encontrar as coisas boas em todos os lugares, pessoas e acontecimentos, mesmo que seja a oportunidade de ser melhor, de aprender.

      Eu costumo dizer que cada tropeço acontece para um aprendizado. E que se você aprendeu, está encerrado. Mas se não aprendeu, se ficou com tanta raiva do tropeço que nem se permitiu aprender a lição, em algum tempo você vai tropeçar novamente, mas dessa vez será de mais alto para que você tenha uma oportunidade mais forte de aprender… isso até que você aprenda. Ou você nunca percebeu que algumas coisas se repetem em sua vida? O que tem se repetido? Já aprendeu? Já agradeceu a oportunidade de aprender?

        Pesquisas cientificas comprovam os benefícios da Gratidão.  É verdade e é científico. Pois é, não é bla bla bla. Segundo um artigo publicado na Forbes ser grato:

  1. Abre portas para relacionamentos – segundo estudo pulicado na EMOTION em 2014. Faz sentido, não? Se você é grato, quer dizer que agradece as pessoas. Muito mais que isso, 24você reconhece suas ações, seu esforço e verbaliza isso. Se você é grato, você eleva seu pensamento de gratidão, independentemente de sua crença. E ao fazer isso conecta-se com o que tem de mais positivo no Universo. Em contrapartida, se você é do tipo que nunca está satisfeito, está sempre reclamando, vive criticando o trabalho dos outros…quem vai querer se relacionar com você? Só aqueles que, por algum motivo, têm obrigação.
  2. Melhora a Saúde Física – pesquisa publicada em 2012 publicado na Personality and Individual Differences. – dizem no estudo que as pessoas gratas têm menos dores, cuidam-se mais, exercitam-se mais, vivem mais.
  3. Melhora a Saúde Mental – segundo DR. Robert A. Emmons, que conduziu inúmeras pesquisas, por reduzir muitas das emoções tóxicas, a gratidão está diretamente ligada ao aumento da felicidade, melhora o bem-estar e diminui a depressão.
  4. Aumenta a empatia e reduz agressividade – segundo a universidade do Kentucky. Esse estudo comprovou que pessoas gratas são mais sociáveis, são mais gentis, mesmo quando precisam posicionar o outro de algo não tão bom.
  5. Melhora a qualidade do Sono – segundo um estudo publicado na Applied Psychology: Health and Well-Being diz que escrever diariamente suas razões para ser grato tem esse poder.
  6. Melhora a Autoestima – estudo publicado na Journal of Applied Sport Psychology garante que a gratidão otimiza performance, aumentando autoestima; reduz comparações sociais, contribuindo também para isso, pois pessoas gratas conseguem apreciar e elogiar os outros. E dar valor a si mesmo.
  7. Melhora o Equilíbrio Emocional – em 2016 uma pesquisa publicada na Behavior Research and Therapy mostrou que quanto maior era o sentimento de gratidão, maior a resiliência. Portanto, menor o nível de estresse pós-traumático. O mesmo ocorrendo anos depois com os sobreviventes dos ataques terroristas de 11 de setembro nos EUA.

          Portanto, se você deseja ter esses benefícios em sua vida, aprenda de uma vez por todas a ser grato. Comece observando seu nível de mimimi, o quanto você reclama. Se você não sabe, pergunte àqueles que convivem com você. Depois de observado, determine-se a zerar seu nível de mimimi.

     Tire um tempo no fim do dia para pensar no que fez seu dia valer a pena, sejam conquistas do dia, sejam aprendizados do dia e por aí vai.

Elogie mais as pessoas, seja mais gentil com elas e com você.

Perdoe, perdoe-se e peça perdão.

Desenvolva atitudes de gratidão em sua vida. E seja uma daquelas pessoas que as pessoas chamam de iluminadas.  Você merece! Acredite!

Ainda sobre Gratidão, deixo você com esse belo TED Talk do Monje David Steindl –  Quer ser feliz? Seja grato! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.