3 APRENDIZADOS QUE TIVE COM MEUS COACHEES

3 APRENDIZADOS QUE TIVE COM MEUS COACHEES

      Faz poucos meses que conclui a minha primeira formação de Coach. De lá pra cá, a expectativa que eram de 2 coachees (clientes) até o final do ano, já foi ultrapassada e hoje sou responsável pela mudança pessoal e profissional de 5 pessoas. Já ajustei minha agenda para ficar mais na Effecta e muitas das atividades como empresária de outro negócio passam a ser delegadas. O mundo do Coaching é espetacular! Cada dia e cada atendimento me trazem um novo olhar sobre as pessoas e suas vidas. Quanto mais atendo, mais percebo que aprendo. E aqui elenco os 3 maiores aprendizados que tive até agora com meus Coachees:

1.NÃO JULGAR

   Não julgar, ou suspender o julgamento, é peça fundamental para realmente ouvir na essência. É prestar atenção no porquê do que está sendo dito e não apenas no que está sendo dito. É entender os reais motivos que conduzem os pensamento e as ações da pessoa. Ouvir cada frase do começo ao fim, sem tirar conclusões (julgar) precipitadas. Entender o contexto!

2.AS PESSOAS TÊM O DIREITO DE ERRAR

      Ter o direito de errar faz com que as pessoas se empoderem e se apropriem de suas vidas, arriscando sair de suas Zonas de Conforto para maiores e melhor conquistas. Faz com que as pessoas não fiquem com sentimento de culpa, paradas sem uma ação, mas sim que tenham responsabilidade sobre suas ações e aprendizados com cada erro.

3.RECONHECIMENTO É IMPORTANTE

      O reconhecimento que se tem é um feedback para que as pessoas se reapaixonem todos os dias pelas suas vidas, pela sua missão de vida, pelo seu propósito de vida. Muitas vezes, esse reconhecimento não vem em forma de uma elogio, mas sim em forma de mais responsabilidade, por exemplo. Se seu Líder lhe delega um projeto de alto impacto é, sim, uma forma de reconhecimento. Muitos encaram como “ele está de marcação comigo”. Mas, pense bem: se esse cara não confiasse em você, ele lhe delegaria um projeto de ato impacto? Reconhecimento é importante!

      Demandas como Organização, Gestão de Tempo, Delegar e Confiar, ir além, confiar mais em si mesmo, falta de merecimento aparecem diariamente nas angústias e necessidades dos Coachees. “Eu sempre fiz assim”, “Faço assim desde criança”, “Ninguém faz melhor que eu”, “Não sei onde quero chegar” são afirmativas frequentes e muitas vezes certezas absolutas que fazem com que o Coachee não consiga enxergar sozinho possibilidades diferentes. E o meu papel, como Coach, justamente ajuda-los a enxergar a mudança imediata a partir do momento que decidem agir de forma diferente, a confiarem mais em si mesmos, a traçarem planos e colocarem as ações em prática, pensarem que são capazes e acreditarem nisso!

      Uma Coachee achava que a vida era tranquila, tudo corria bem. Mas, mesmo assim, não se sentia realizada. Abriu mão da Carreira Profissional para ser Mãe em tempo integral e achava que não fazia o melhor trabalho que poderia fazer com eles, mesmo tendo todo o tempo do mundo. Não delegava nenhuma função e achava que deveria dar conta de tudo que era relacionado à sua Família. Hoje entendeu que, o fato de delegar tarefas fez dela uma Mãe e Esposa muito mais presente, além de ter tempo pra colocar em prática alguns projetos antigos e de planejar uma nova carreira. E em meio a isso tudo, sente-se mais poderosa, inteligente, realizada e feliz!

    Resultados como esse me movem, me inspiram a seguir em frente e a trabalhar para promover a transformação nas pessoas. Transformação pela qual eu passei e vi resultados. Resultados pessoais, profissionais e até mesmo financeiros. E você? Que tipo de transformação procura?

Deixe uma resposta